SP: (11) 3089-4746 MG: (31) 3481-8119 Email: contato@asisprojetos.com.br

ES: Sefaz participa de comissão para debater alterações no ICMS

O secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé, é um dos cinco secretários da Fazenda de todo o Brasil a integrar a comissão criada no Senado Federal para debater alterações na lei que estabelece um limite de 17% no ICMS cobrado em combustíveis, energia, comunicações e transporte coletivo.

A comissão conta com a participação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco; do presidente do Comitê Nacional de Secretários de Fazenda, Finanças, Receita ou Tributação dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz), e secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha; além dos titulares das pastas de São Paulo, Felipe Salto; do Ceará, Fernanda Pacobahyba; e do Pará, René Sousa Júnior.

“A ideia é termos uma proposta consensual entre União e Estados sobre a tributação dos combustíveis. O texto aprovado pela Câmara é muito prejudicial aos Estados. No caso do Espírito Santo, estimamos uma perda anual de R$ 2,1 bilhões. É menos recursos para investimentos em saúde, educação, infraestrutura e outros pontos sensíveis à população”, comentou Altoé.

Uma análise do Comsefaz avalia que a perda para Estados e municípios pode chegar a R$ 83 bilhões, caso o PLP 18/2022 seja aprovado no Senado sem alterações.

“No final da semana passada já tivemos a oportunidade de apresentar algumas sugestões para o aprimoramento do projeto de lei, indicando formas mais equilibradas para esta cobrança. Certamente os debates continuarão ao longo dessa semana”, acrescentou Marcelo Altoé

  Voltar ao Blog

Deixe seu comentário

SPED News | Todos os direitos reservados.